identificação no 5S

Os tipos de identificação no 5S

Neste artigo falaremos sobre os tipos de identificação no 5S.

Logo este item é muito importante no sucesso do programa 5s e aumento da eficiência.


Vejam outros artigos relacionados, cliquem abaixo para acessar:

“Aumentando a eficiência no 5S melhorando a identificação

“Implantando o 5S na empresa”

“Erros de organização no 5S”

“Fazendo Patrulha 5S a auditoria do Seiri Seiton na prática”

“Fazendo 5S eletrônico para eficacia e redução de custo”


Tipos de identificação no 5S

Um critério importante no 5s são as identificações.

Assim aqui mostrarei os tipos de identificação no 5S.

Uma regra básica da identificação no 5S é:

  • Identificar o objeto armazenado e
  • Identificar o local de armazenamento que coincida com a identificação do objeto.

Evidentemente o local e sua identificação deve seguir uma regra, por exemplo:



  • identificação numérica crescente ou decrescente,
  • identificação alfabética crescente ou decrescente.

Assim aqui quando mencionamos identificação geralmente é um código do objeto.

Mas que seja relacionado ao objeto para fácil identificação

Como identificar?

Digamos, por exemplo, que você tem um jogo de quadrados de diversos tamanhos para usos diversos: quadrados de 20, de 21, de 22, de 23, etc.

Logo a unidade pode ser em centímetro, decímetro ou metro.

Mas visualmente você não percebe a diferença entre eles, então você tem de identificar cada uma delas.

Assim se você colocar, com um marcador ou etiqueta os códigos abaixo no objeto:

Código da identificação Característica do Objeto
A Quadrado de 20
B Quadrado de 21
C Quadrado de 22
D Quadrado de 23

Caso o local onde serão armazenados sejam identificados com o mesmo código correspondente, garante que sejam devolvidos ao local.

Melhorando a identificação

Quadrados identificados com alfabeto
Quadrados identificados com alfabeto

Mas para o uso, o usuário teria que se lembrar da correspondência de cada código com a característica de cada objeto.

O que pode gerar dúvidas.

Logo usando um código que facilmente lembre as características dos objetos facilitaria ao usuário.

Ele pode selecionar de modo imediato sem ter que apelar para a memória.

Por exemplo, poderia ser:

Quadrado20 ou até mesmo Q20 caso não tenha no local outro objeto que o nome não inicie com Q.

Mas vamos usar o Q20, …, como abaixo:

Código da identificação Característica do Objeto
Q20 Quadrado de 20
Q21 Quadrado de 21
Q22 Quadrado de 22
Q23 Quadrado de 23

Aqui garantiremos que o usuário saiba de imediato para qual uso é o quadrado que pegou.

Quadrados identificados com códigos que lembram o objeto
Quadrados identificados com códigos que lembram o objeto

Local de armazenamento

Agora analisemos o local de armazenamento que é o objetivo principal deste estudo.

Temos que ter um local que garanta que o usuário devolva o quadrado no seu local devido, mas com eficiência e eficácia.

Identificando o local com o mesmo código do Quadrado:

É um sistema que ajuda ao usuário devolver ao local correto.

Basta olhar o código do quadrado e o correspondente código do local.

Agora a questão da fácil retirada está resolvido.

Mas a devolução também o usuário pode ver a identificação do local e colocar no local correto.

Mas como é só colocado no local os quadrados podem ser colocados de forma arbitrária.

Como na figura abaixo.

Quadrado desarrumados
Quadrado desarrumados

Podemos ver que é facil se errar o local de colocação numa distração.

Colocando o Q20 no local Q23 e o Q23 no local Q20,.

Se o usuário não prestar atenção corre o risco de pegar o quadrado errado.

E fazer uso incorreto acarretando problema no trabalho dele.

Se fizer furo para encaixe dos quadrados?

Sim!

Aí garantiria que não haja erros deste tipo.

Pois o Q20 só encaixa no furo de 20

O Q21 no furo 21.

E assim por diante.

Também garante que os quadrados não fiquem soltos no local reservado a cada um.

Este sistema de encaixe é muito usado no Japão.

Local com encaixe dos quadrados
Local com encaixe dos quadrados

Mas em termos de eficiência, como ficaria?

O usuário teria que olhar a identificação do quadrado, olhar a identificação do local e encaixar no quadrado.

Perfeito! Sem erros.

Aqui dei uma ideia de como fazer uma identificação no 5S no objeto e no seu local de armazenamento.

De modo a haver eficiência e eficácia na retirada e devolução do objeto ao seu local de armazenamento.

Talvez um pequeno contratempo seria perder tempo em encaixar no furo.

Pois quando era só colocado no local não haveria essa perda de tempo.

Mas como já vimos a tendência é ficar tudo bagunçado com o tempo e correria do trabalho.

Conclusão

Vejam o próximo artigo “Aumentando a eficiência no 5S melhorando a identificação“, onde é mostrado uma melhoria na identificação.

Clique abaixo para acessar:

“Aumentando a eficiência no 5S melhorando a identificação”

Espero ter ajudado, para quaisquer dúvidas deixem um comentário abaixo.