Como fazer FMEA de Processo

Como fazer FMEA de Processo

Como fazer FMEA de Processo

Neste artigo vou explicar como fazer FMEA de Processo.

O FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) é a Análise do Modo e Efeito de Falha.

Então este artigo foi abaseado no Manual de FMEA utilizadas pela ISO/TS 16949 e definidas pela IATF (International Automotive Task Force).

Assim evitamos colocar idéias de outras fontes como: outros Blogs, revistas, materiais didáticos.

Logo o objetivo disso foi evitar colocar opiniões diferentes e até divergentes da proposta pela IATF (International Automotive Task Force).


Vejam outros artigos com assuntos relacionados, cliquem abaixo:

“O que é FMEA a Análise do Modo e Efeito de Falha”

“Como fazer FMEA de Projeto”


Mas o que diz a Norma:

Uma FMEA de Processo é uma técnica analítica utilizada pela Engenharia e/ou responsável pela Manufatura.

Tem a finalidade de assegurar, na extensão possível, os potenciais modos de falha e suas causas/mecanismos associados foram avaliados.

De uma forma mais precisa é um resumo dos pensamentos da equipe durante o desenvolvimento de um processo.

Inclui a análise de itens que poderiam falhar baseados na experiencia e nos problemas passados.



Esta abordagem sistemática acompanha, formaliza e documenta a linha de pensamento que é normalmente percorrida durante o processo de planejamento da manufatura.”

(Fonte: Manual de FMEA QS-9000)


Download do formulário de FMEA de Processo

Download de formulário da FMEA de Processos

Então faça Download do formulário e use-o a fim de acompanhar as explicações de preenchimento mais abaixo.


FMEA de Processo

A FMEA de Processo assume que o Processo do produto irá atender aos objetivos do Processo, pois as deficiências de Processo devem ter sido analisadas na FMEA de Processo.

Assim alterações de Processo do produto não devem ser feitas para atenuar deficiências do processo.

Logo pode ser também utilizada no desenvolvimento de novas maquinas ou equipamentos, neste caso assume-se a máquina/equipamento como sendo o produto.


Desenvolvimento de uma FMEA de Processo

 A FMEA de Processo deve ser iniciado por um fluxograma/avaliação de risco (ver abaixo) do processo global.

Então deve identificar as características do produto/processo associadas a cada operação.

Assim copias do fluxograma/avaliação de risco utilizados na execução do FMEA devem acompanhar a mesma.

Exemplo de Fluxograma/Avaliação de risco para FMEA de Processo

Assim mostramos o Exemplo: Aplicação de cera no Lado Interno da Porta

Etapas do Processo Avaliação de Risco
1) Retirar bastão aplicador de cera do pegador Baixo risco
2) Em seguida, abrir a porta do veiculo Baixo risco
*3) Então, inserir o bastão e puxar o gatilho por 12 segundos enquanto executa três passes Alto risco
4) Em seguida, liberar o gatilho e esperar 3 segundos Médio risco
5) Na sequencia, Remover o bastão Médio risco
6) Então, Fechar a porta do veiculo Baixo risco
7) Finalmente, Recolocar bastão aplicador no pegador Baixo risco

* Exigência de FMEA (Alto risco)


Formulário de FMEA de Processo

Portanto, você fez o Download do formulário de FMEA de Processo.

Assim explicaremos como fazer o desenvolvimento da FMEA e preencher o formulário.

Cabeçalho

Inicialmente você tem o cabeçalho onde deve preencher:

  • FMEA Número:  número de identificação do FMEA
  • Pag ____de ___: numero da pagina e total de paginas
  • Item: nome e numero do componente, subsistema a analisar
  • Responsável pelo Processo: nome do fabricante, departamento, grupo
  • Preparado por: Nome, telefone e empresa responsável pelo FMEA
  • Ano Modelo(s) Veiculo(s): o ano, modelo e o veiculo
  • Data chave: Prazo inicial previsto para conclusão
  • Data FMEA: Data da compilação e revisão da FMEA
  • Equipe: Nomes, departamentos dos responsáveis

Corpo do formulário

Em seguida, preencher abaixo:

  • Função do processo: Descrição simplificada do processo ou operação em análise
  • Requisitos: Indicar tão concisamente quanto possível o propósito do processo ou operação
  • Modo de Falha Potencial: Modo pela qual o item poderia falhar ao cumprir o objetivo do Processo.
  • Efeitos(s) Potencial(is) da Falha: Os efeitos do modo de falha no Cliente.
  • Severidade (S): Avaliação da gravidade do efeito do modo de falha potencial para o Cliente.
  • Classificação: para classificar qualquer característica especial do produto que possa requerer controles adicionais do processo.
  • Causa(s) e Mecanismo(s) Potencial(is) de Falha: Listar todos os mecanismos e/ou causas de falha.
  • Ocorrência (O): Avaliação da Probabilidade de um mecanismo/causa vir a ocorrer.
  • Controles Atuais do Processo: Descrição dos controles que podem detectar ou prevenir a ocorrência do modo de falha
  • Detecção (D): Avaliação da probabilidade que os controles atuais do processo propostos em detectar uma causa/mecanismo potencial ou modo de falha subsequente, antes que deixem a operação ou local de montagem.
  • Número de Prioridade de Risco (NPR): é o produto da Severidade (S), Ocorrência (O) e Detecção (D). NPR altos demandam ações corretivas para reduzir o risco calculado.
  • Ações Recomendadas: Ações corretivas para os modos de falha críticos com altos NPR.
  • Responsável e Prazo: Definição da empresa/área, pessoa responsável, prazo e data de efetivação das ações recomendadas
  • Ações tomadas: Uma breve descrição da ação tomada e a data de sua efetivação.
  • NPR Resultante: Calculo de novo NPR após as ações corretivas e consequente avaliação de Severidade, Ocorrência e Detecção.
  • Acompanhamento: Responsável pelo Processo assegurar que todas ações recomendadas foram executadas.

Assim fica finalizada a explicação de como fazer FMEA de Processo.

Então espero ter ajudado, mais dúvidas deixem nos comentários abaixo